Turismo
Publicada em 19 de Dezembro de 2019 ás 13:09:35

PIB do Turismo representou 4% da economia da Bahia em 2017

 No ano de 2017, o turismo registrou a participação de 4,0% do Produto Interno Bruto (PIB) da Bahia, número que representa um incremento de 0,4% em relação a 2016, quando a participação das atividades correlatas do turismo representaram 3,6% da economia. A informação foi divulgada nesta terça-feira (17), no primeiro boletim anual sobre o tema, produzido pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), órgão vinculado à Secretaria do Planejamento (Seplan), em parceria com a Secretaria do Turismo (Setur),  através da Diretoria de Planejamento Turístico.

"Este boletim do PIB do turismo é um novo produto da nossa SEI, feito com o propósito de identificar a participação do desenvolvimento econômico, social, ambiental e cultural do turismo. Os dados demonstram a vocação do nosso estado para o turismo, importante setor da nossa economia, vetor de desenvolvimento que impacta diretamente na vida de milhões de pessoas", revelou o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro.

Segundo o secretário do Turismo, Fausto Franco, a produção de indicadores do setor do turismo é de extrema importância para o direcionamento de políticas públicas. "Estudos desta natureza fornecem subsídios indispensáveis para a implantação de políticas públicas com foco na promoção de iniciativas e planejamentos voltados ao estímulo de melhorias na infraestrutura, propiciando benefícios ao turismo e às comunidades locais", disse.

Entre as principais atividades correlatas do turismo, destaque para transportes, armazenagem e correios, que teve crescimento de 5,7% entre 2016 e 2017. A atividade de alojamento e alimentação cresceu 3,4% neste mesmo período. Além destas, as outras atividades com volume positivo foram: serviços de informação e comunicação (+4,4%) e artes, cultura, esporte e recreação e outras atividades de serviços (+0,8%).

O boletim também estimou a participação das atividades correlatas do turismo considerando as Zonas Turísticas da Bahia, que conforme o ranking do Ministério do Turismo contemplaram, até o ano de 2017, um total de 150 municípios. A principal zona turística é a Bahia de todos os Santos, respondendo por 57,7% de todo o Valor Adicionado destas atividades.

A zona turística de Costa dos Coqueiros é a segunda mais importante, com 9,07%. Em terceiro lugar esta zona turística da Costa do Descobrimento- com 6,11% -, localizada no sul do Estado, também com vasto litoral, com diversidade de praias propícias às atividades náuticas, e um grande parque hoteleiro.  A estimativa da SEI para 2018 é que as atividades correlatas do turismo respondam por 3,8% da economia, com dados sujeitos a retificação.

O superintendente de Investimentos em zonas Turísticas da Setur, Antônio Fernando,  ressaltou que a partir desse boletim, que será divulgado trimestralmente, será possível  trabalhar em cima de números consistentes para  implementar ações de fomento ao turismo do Estado.

SETUR

Mais Notícias
Empresa de Editoração de Jornais e Revistas Ltda-Me Todos os Direitos Reservados.
Rua do Passé, nº 114, Andar 1, Centro- CEP: 43.805-090
Candeias - BA
Fone: 71- 3601-9220 / 71- 98633-1278 /
Email: folhareconcavo@gmail.com